Publicado em 14 de março de 2019

Dados de 2018 sobre reduções de emissões de gases de efeito estufa da Agricultura

 

Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), o Brasil mitigou entre 100,21 milhões e 154,38 milhões de toneladas de CO2e (equivalente de dióxido de carbono) no período de 2010 a 2018, alcançando de 68% a 105% da meta de mitigação estabelecida nacionalmente no plano setorial da Agricultura (Plano ABC) junto à Convenção-Quadro da Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC).

O Plano Setorial de Mitigação e de Adaptação às Mudanças Climáticas para a Consolidação de uma Economia de Baixa Emissão de Carbono na Agricultura (Plano ABC) promove a adoção de tecnologias sustentáveis e conservadoras dos recursos naturais como a Recuperação de Pastagens (RDP), a Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), Sistema Plantio Direto (SPD), Fixação Biológica de Nitrogênio (FBN), Florestas Plantadas (FP) e Tratamento de Dejetos Animais (TDA). Atualmente estas tecnologias são adotadas por 52% dos municípios brasileiros, num total 2.885.

O diretor-executivo de Inovação e Tecnologia da Embrapa, Cleber Soares, informou que nas últimas cinco décadas o setor agropecuário brasileiro aumentou sua produtividade em 380%, permitindo a transição de um país vulnerável e importador de alimentos para um dos maiores fornecedores de alimentos do mundo. “Os resultados deste investimento, em conjunto com políticas públicas e assistência técnica, permitiram aumentar a produtividade, otimizando o uso de áreas já abertas e a recuperação de áreas de pastagem. Com isso foi possível fortalecer a sustentabilidade da produção agrícola brasileira em todo território nacional”.

 

PRINCIPAIS RESULTADOS:

Total do Plano ABC:
meta para 2020: estimular a adoção das tecnologias do Plano ABC em uma área de 35,5 milhões de hectares, contribuindo com a mitigação de 132,9 a 162,9 milhões de toneladas de CO2e;
resultado obtido: de 2010 a 2018, foram adotadas as tecnologias em uma área total de 27,65 milhões de hectares considerando as tecnologias de Recuperação de Pastagens Degradadas (RPD), Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), Sistema Plantio Direto (SPD) e plantio de florestas, correspondendo ao alcance de 77% da meta estabelecida.

Em resultados de mitigação, correspondem ao total de 100,21 milhões de toneladas de CO2e e um alcance de 68% da meta (utilizando coeficientes padrões do Plano ABC) ou ao total de 154,38 milhões de toneladas de CO2e e um alcance de 105% da meta (utilizando coeficientes definidos na literatura científica nacional).

Por itens do Plano ABC:
a) Recuperação de Pastagens Degradadas (RPD):
– meta para 2020: recuperar 15 milhões de hectares de pastagens degradadas e mitigar entre 83 a 104 milhões de toneladas de CO2e;
– resultado obtido: de 2013 a 2018, recuperação de 4,46 milhões de hectares e mitigação de 16,90 milhões de toneladas de CO2e.

b) Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF):
– meta para 2020: expansão em 4 milhões de hectares e mitigação entre 18 a 22 milhões tCO2e;
– resultado obtido: entre 2010 e 2016, expansão em 5,83 milhões de hectares e mitigação de 22,11 milhões de tCO2e.

c) Sistema Plantio Direto (SPD):
– meta para 2020: ampliar a área em 8 milhões de hectares e mitigar entre 16 e 20 milhões de tCO2e;
– resultado obtido: entre 2010 e 2016, ampliação da área em 9,97 milhões de hectares e mitigação de 18,25 milhões de tCO2e.

d) Fixação Biológica de Nitrogênio:
– meta para 2020: expansão em 5,5 milhões de hectares de áreas de cultivo (em substituição ao uso de fertilizantes nitrogenados) e mitigação de 10 milhões de toneladas de CO2e;
– resultado obtido: entre 2010 e 2016, expansão em 9,97 milhões de hectares e mitigação de 18,25 milhões de tCO2e.

e) Uso de tecnologias para tratamento de dejetos de animais:
– meta para 2020: tratamento de 4,4 milhões de m³ de dejetos de animais mitigar de 6,9 milhões de tCO2e;
– resultado obtido através de cálculo com base no volume diário de dejetos líquidos produzidos em sistemas de produção de suíno por Unidade de Produção de Leitão (UPL): entre 2013 e 2018 foram tratados 4,51 milhões de m³ de dejetos animais, mitigando 7,08 milhões de tCO2e;
– resultado obtido através de cálculo com base na estimativa da produção média de esterco por categoria animal: entre 2013 e 2018 foram tratados 1,7 milhões de m³ de dejetos animais, mitigando 2,67 milhões de tCO2e.

f) Plantio de florestas:
– meta para 2020: plantar área de 3 milhões de hectares e mitigar de 8 a 10 milhões de tCO2e;
– resultado obtido: entre 2010 e 2018 plantou-se 1,10 milhão de hectares de florestas, mitigando 2,01 milhões de tCO2e.

 

MAIS INFORMAÇÕES:
Notícia de 12/12/2018: “Brasil antecipa meta de reduzir emissão de CO2 com a agropecuária sustentável”;

Nota informativa de 12/12/2018: “Adoção e mitigação de Gases de Efeitos Estufa pelas tecnologias do Plano Setorial de Mitigação e Adaptação às Mudanças Climáticas (Plano ABC)”;

Apresentação sobre o Plano ABC.

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Newsletter

Cadastre seu e-mail e fique informado sobre atualizações do EducaClima, recomendações, editais e chamadas públicas, cursos disponíveis e novas postagens do nosso blog!

Veja os boletins que já enviamos
Arquivo de Newsletters

Lista de outras instituições
Lista de Newsletters
Scroll Up